Jardim Portas Sol

Adoro jardins e um dos pontos turísticos mais falado de Santarém é o Jardim das Portas do Sol. Este é um jardim muito especial, sabes porquê?

O caminho até lá chegar não foi convidativo: toda aquela zona da cidade estava em obras e precisamos de nos desviar e ter cuidado para não cair nos buracos. Mas as fachadas das casas podem animar-te, tal como as diferentes vistas sobre o rio Tejo.

O jardim está muito bem cuidado: a relva aparada, as plantas tão bonitas e os jardineiros a regar e a tirar as folhas secas. Fui de manhã cedo e encontrei pouca gente a desfrutar do jardim. Aproveitei para ouvir as aves e contemplar o rio e as pontes, a partir das muralhas das portas do sol. É absolutamente incrível estares numa varanda panorâmica sobre o Tejo e a enorme lezíria. Partilho contigo alguns registos que fiz do sítio mais concorrido da cidade!

Andei à volta das muralhas, observei o poço que tem uns azulejos lindos.  No parque infantil explorei uma escavadora, pouco habitual num espaço desses   A escavadora é de metal, pelo que num dia de sol uma família com crianças é melhor visitar o parque ao final do dia, quando esta zona do jardim está à sombra. Parte do parque está em manutenção. Está sinalizado, mas mesmo assim, cuidado com a casinha de madeira. Apesar disso, tem muito espaço para as crianças correrem, mas não podemos deixá-los sozinhos perto das muralhas. Caso se lembrem de subir as muralhas podem desequilibrar-se e cair (a altura é considerável).

Neste jardim contava fazer duas visitas que não foram possíveis de se realizar. Nem as cisternas romanas, nem o Urbi Scallabis – Centro de Interpretação, uma estrutura de apoio ao conhecimento e interpretação do centro histórico, estavam abertos ao público. Este último encontrava-se fechado devido à pandemia, apenas com um aviso na porta, apesar de já terem sido levantadas as restrições.

Segundo o site da câmara de Santarém, este espaço museológico expõe achados arqueológicos da antiga Alcáçova e arredores, em vitrines, combinados com uma componente multimédia em que os visitantes têm a oportunidade de conhecer os diferentes períodos cronológicos abordados, desde a pré-história até à época contemporânea. Eu apenas consegui ver um pedaço através de uma porta com grades. Teria sido bom ter esta informação no posto de turismo ou ter a informação no site da câmara que se encontra fechado.

Já te aconteceu encontrares algo fechado nas tuas viagens? Onde?

Nas Redes Sociais:

Mais artigos

Praia dos Salgados

Os Salgados, em Albufeira e Silves, são uma zona onde tens muitos alojamentos turísticos. O ponto de observação de aves que aí se encontra vale a visita  em qualquer altura

Ler este artigo »

Onde comer em Santarém

PASSEIOS, COMES & BEBES COMBINAM QUE NEM GINJAS E QUANDO VIAJAMOS TEMOS OPORTUNIDADE DE EXPERIMENTAR COMIDAS E RESTAURANTES TÍPICOS. CONCORDAS? Partilhamos contigo uma lista de restaurantes de Santarém (ou perto)

Ler este artigo »

Jardim das Amoreiras

Lisboa tem muitos encantos e para mim um deles são os jardins: todos com características únicas e com esplanadas propícias a longas conversas entre amigos, famílias e casais apaixonados. Um

Ler este artigo »

A fé

No caminho de Lisboa para Santarém, antes de 13 de maio, encontramos peregrinos de Fátima. A fé move e leva-os a percorrer quilómetros de estrada com pouca segurança. Avisam os

Ler este artigo »

Deixe-nos ajudá-lo a planear a sua próxima aventura

O que achas deste artigo?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *